Buscar
  • José Amorim de Oliveira Júnior

Dez competências que aumentam a Resiliência

Nesse post busco fazer uma analogia entre Empreendedorismo e Resiliência, trazendo pontos de confluência entre ambos.

A ONU possui uma capacitação que ajuda a desenvolver o empreendedorismo. Se trata do programa Empretec, um programa de 7 dias de duração, praticamente uma imersão em que os participantes aprendem (na teoria e na prática) os 10 Comportamentos que os ajudam a se tornarem Empreendedores melhores e, acredito, pessoas melhores também.


Existem pontos de confluência entre cada um dos 10 Comportamentos Empreendedores e a Resiliência, a capacidade que temos de lidar com as adversidades da vida, com as dificuldades, as frustrações, mantendo nossa saúde psíquica e física e conseguindo nos reerguer e nos fortalecer, não “entregando os pontos”, não sendo vítimas, sem recurso e, em vez disso, assumindo a responsabilidade por moldar nosso próprio destino:


1. Busca de Oportunidades e Iniciativa

A vida nos dá, a cada momento, oportunidade de Aprender e evoluir. Cada adversidade que enfrentamos é uma oportunidade para o nosso crescimento.


2. Persistência

Quando temos clareza dos nossos valores e dos nossos objetivos e propósito de vida, é somos capazes de enfrentar os obstáculos e ser seletivo com tudo o que nos nos afasta do nosso caminho, mantendo o foco, colocando limites, não nos distraindo nem nos perdendo no nosso caminho.


3. Correr Riscos Calculados

Em tudo o que fazemos há riscos. Não dá para querer fazer algo apenas se tivermos a garantia de 100% de que dará certo. Podemos, porém, aprender a minimizar os riscos, nos preparando, refletindo, planejando e saber transformar erros em aprendizagem.


4. Exigência de Qualidade e Eficiência

Dar o nosso melhor, em tudo o que é importante, em vez de exigir perfeição: “antes feito do que perfeito.”


5. Comprometimento

Aumentamos o nosso comprometimento quando descartamos o que tira a nossa Vitalidade: hábitos nocivos, pessoas que só querem sugar de nós, sem reciprocidade...


6. Busca de Informações

Estar aberto ao aprendizado, dar um passo de cada vez, aprender um pouco a cada dia, manter uma rotina de estudos e estar atento ao que a vida está nos ensinando.

7. Estabelecimento de Metas

Ter metas diárias, pequenas e simples, nos ajuda a manter o foco no que é importante para nós, nos nossos objetivos e nos ajuda a não nos perder no prazer de curto prazo.


8. Planejamento e Monitoramento Sistemático

É importante ter clareza do que podemos fazer, a cada dia, para nos aproximar do que é importante para nós, dar pequenos passos na direção dos nossos objetivos e metas e refletir no que estamos acertando e no que precisamos corrigir.


9. Persuasão e Rede de Contatos

Ninguém consegue sobreviver sozinho em um ambiente adverso, e ninguém consegue ser forte, o tempo todo.


Precisamos criar nossa rede de apoio: ter pessoas com quem podemos contar, de quem podemos receber amor, orientação, ajuda e apoio, segurança, incentivo. Isso nos fortalece.


10. Autonomia e Autoconfiança

Originalmente o termo usado é Independência, e não autonomia, mas prefiro usar Autonomia, porque somos seres essencialmente interdependentes.


Uma pessoa que tem autonomia sente que é capaz de escolher seu caminho, tomar suas decisões, cuidar de si, prover os recursos necessários para sua subsistência e, para tanto, precisa de autoconfiança.


É essencial confiar em nossa capacidade, em nosso potencial e, ao mesmo tempo, saber que não precisamos ser perfeitos: se não conseguimos resolver algo, sozinhos, podemos buscar ajuda, e nos preparar para resolver, por partes.


Qual dessas 10 características do comportamento Empreendedor e da Resiliência que você precisa desenvolver, nesse momento, para te fazer aproximar da vida que você deseja ter?

6 visualizações0 comentário