Buscar
  • José Amorim de Oliveira Júnior

Não Instale crenças negativas nos seus filhos

“Crianças são como CIMENTO FRESCO. Tudo o que cai nelas deixam marcas.” (Haim Ginott)


Nasci e cresci em Torixoréu, uma pequena cidade, no interior de Mato Grosso, divisa com Goiás.⁣

Meu pai faleceu quando eu tinha 5 aninhos e minha mãe ficou viúva, com 5 filhos que ela criou, sozinha. Todos nós, de alguma forma, ajudávamos nossa mãe, trabalhando em um pequeno negócio familiar, uma pequena mercearia.⁣

Uma das lembranças que tenho é de, ainda criança, trabalhar na mercearia e atender os clientes, no balcão, e eu achava estranho e engraçado quando alguns perguntavam: “tem REMÉDIO para barata?” “tem REMÉDIO para rato?” Esses clientes queriam comprar VENENO, e não REMÉDIO. Como eu sempre fui muito questionador, lembro que eu respondia para os clientes: “REMÉDIO para barata não tem, tem VENENO para barata!” e os clientes achavam engraçado uma criança dar aquela resposta. Só para contextualizar, eu tinha uns 12 aninhos na época e Torixoréu devia ter uns 4 mil habitantes, onde “todo mundo conhece todo mundo e sabe da vida de todo mundo”.⁣

Quando me tornei psicoterapeuta, certo dia, atendendo uma mãe, que trouxe seu filho à consulta, ouvi ela falar algo que me fez voltar àquele momento lá da minha infância, em que eu ouvia as pessoas confundindo REMÉDIO com VENENO! Essa mãe, na melhor das boas intenções, e querendo ajudar o filho, uma criançinha, falou pelo menos umas 3 vezes: “esse menino é chato demais”. A cada vez que ela falava isso a face da criança se entristecia, o brilho nos olhos dela se apagava... às vezes, ao ouvir a mãe falar dela assim, tentava disfarçar a dor que estava sentindo, procurava sorrir, mas era um sorriso triste, sem vida...⁣

Se você é pai, mãe ou lida com crianças, cuide sempre para não confundir VENENO com REMÉDIO, nas palavras que diz para as criancinhas.⁣

Eu sei que aquela mãe amava o seu filho e ao dizer repetidamente para ele “você é chato demais” EU, que sou adulto, sei que a INTENÇÃO POSITIVA dela, como mãe, era que o filho tivesse atitudes melhores. Porém, quando um pai ou uma mãe diz ao seu filho, uma criancinha: “você É” e fala, em seguida, algo negativo (chato, fraco, medroso, nojento, o que quer que, infelizmente, você já tenha escutado um pai ou mãe falar para seus filhos), ele pode estar instalando uma CRENÇA NEGATIVA que, muitas vezes, acompanhará essa criança por toda a sua vida e a atrapalhará muito, causando dor, vazio e limitações incomensuráveis!⁣

Crianças, diferentemente dos adultos, ainda não tem filtros e, ao ouvir algo vindo de alguém tão importante para elas, como um pai ou uma mãe, elas geralmente tendem a internalizar e guardar isso como se fosse uma verdade absoluta, que se cristaliza nelas. Como dizia o psicólogo israelense Haim Ginott: “crianças são como CIMENTO FRESCO. Tudo o que cai nelas deixam marcas”.⁣

Em vez de dizer coisas negativas sobre seus filhos (VENENOS), ajude-os a mudar seu COMPORTAMENTO, encoraje-os, incentive-os, ensine-os como fazer, dê exemplos, isso age como REMÉDIO, provoca curas profundas!


E você, se lembra de algo que ouviu na infância (de positivo ou negativo) e que marcou profundamente sua vida?🌹

6 visualizações0 comentário