Buscar
  • José Amorim de Oliveira Júnior

QUANDO QUERER AJUDAR SE TORNA ARROGÂNCIA⁣

Quando queremos ajudar o próximo estamos sendo HUMILDES quando respeitamos os LIMITES da nossa capacidade de ajudar e sentimos que ela é SUFICIENTE, porque é o nosso limite. Quando EXIGIMOS dar mais do que podemos dar ou quando EXIGIMOS do outro que dê mais do que ele é capaz de dar, cruzamos o limite da HUMILDADE e entramos no terreno da ARROGÂNCIA.


🌱 Eu sempre fui uma pessoa sensível e isso se manifestou em algumas escolhas que fiz, ainda na adolescência, como ter me tornado vegetariano por acreditar ser injusto matar animais apenas pelo prazer de comer sua carne.⁣

💞 Outra expressão dessa sensibilidade foi ter escolhido ser padre para servir a Deus e ajudar as pessoas. O período que vivi no seminário reforçou meu propósito de servir a uma causa maior e foi essa vocação que me fez escolher a Psicologia e estudar muito para realizar esse propósito. Porém, em um determinado momento desse caminho me perdi: queria tanto ajudar que trazia para mim as dores do outro... 🍂 me sobrecarreguei emocionalmente e acabei adoecendo e precisando de ajuda. Levei essa dor para as sessões de terapia e para as orientações espirituais nos vários retiros que eu fazia, em um dos quais ouvi algo que me marcou muito: “você precisa aprender a IR AO MUNDO DO OUTRO, SEM SE PERDER. Precisa ter humildade e ter cuidado para que o desejo de ajudar o outro não faça você se tornar uma pessoa ARROGANTE”.⁣

🔥 Ao ouvir aquilo fiquei muito chateado! Como assim? Quero ajudar as pessoas e sou chamado de ARROGANTE? Quando me acalmei fui pesquisar sobre o significado da palavra ARROGÂNCIA e descobri que em sua origem latina ela significa: “aquele que EXIGE”. Somos ARROGANTES quando EXIGIMOS (de nós ou do outro) algo IMPOSSÍVEIL de ser feito, além do LIMITE, naquele momento.⁣

🦋 O oposto da ARROGÂNCIA é a HUMILDADE, palavra que em sua origem grega (HUMUS) significa “terra”, “aquele/aquilo que fica no chão”, mesma raiz da palavra “homem” e “humanidade”. A humildade é uma das forças de caráter da virtude da TEMPERANÇA e significa “não se considerar mais especial do que se é, saber reconhecer seu LIMITE”. Ser humilde é ser capaz de, por meio da autoavaliação e discernimento, reconhecer as LIMITAÇÕES e os LIMITES tanto nossos quanto dos outros.⁣

O conceito de HUMILDADE usado nesse post tem como base o excelente livro do RYAN M. NIEMIEC: Intervenções com forças de caráter: um guia de campo para praticantes (Editora Hogrefe. São Paulo: 2019).


Lembre-se de não se esquecer de lembrar que é nocivo quando queremos tornar IMPOSSÍVEL algo que é POSSÍVEL (por exemplo, quando pensamos que não podemos fazer algo que, na verdade, somos capazes, como alcançar o controle sobre minhas emoções, alcançar bons resultados na vida, realizar sonhos e metas importantes na minha vida) e, também, quando queremos tornar POSSÍVEL algo que é IMPOSSÍVEL (como, por exemplo, mudar o outro, sem ele ter dado permissão ou sem ele querer ou mudar a natureza do mundo, por exemplo, querer que não haja sofrimento, que não haja o envelhecimento, que não haja a morte, coisas que fazem parte do ciclo da Vida).


🎁 E você, já quis tanto AJUDAR os outros que, quando percebeu, acabou SE PEJUDICANDO, ultrapassando os LIMITES do que era possível e daí, acabou não apenas não ajudando o outro, mas se atrapalhando, e precisando de ajuda?

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo