Buscar
  • José Amorim de Oliveira Júnior

VIVER DE ACORDO COM NOSSA NATUREZA⁣

O oposto da RIGIDEZ e da INFLEXIBILIDADE é a ADAPTABILIDADE HUMANA, a FLEXIBILIDADE. Não são as pessoas mais “fortes”, aquelas que conseguem suportar mais o sofrimento que tem mais capacidade de vencer e superar os desafios da vida e se tornarem pessoas saudáveis e com sucesso nas várias áreas da vida. Quem consegue essa proeza são as pessoas que tem mais FLEXIBILIDADE, pessoas mais ADAPTATIVAS.


Conta uma lenda que um Sábio e seu discípulo caminhavam por uma estrada. Quando passaram por uma ponte viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O Sábio entrou na água e tomou o bichinho nas mãos. Quando o trazia para fora o bichinho o picou e, por causa da dor, o bom homem deixou-o cair novamente no rio. Pegou então um ramo de árvore, colheu o escorpião e o salvou. O discípulo, perplexo e com pena, disse-lhe:⁣

– Mestre, deve estar doendo muito! Por que foi salvar esse bicho ruim e venenoso? Que

se afogasse! Veja como ele respondeu à sua ajuda! Picou a mão que o salvou! Não merecia sua compaixão!⁣

O Sábio ouviu tranquilamente os comentários e respondeu:⁣

– Ele agiu de acordo com a natureza dele e eu, de acordo com a minha.⁣

🦋 Essa breve história ilustra algo que faz muitos de nós adoecer emocionalmente, quando recebemos o que algumas pessoas projetam em nós, o que elas trazem de pior: culpa, frustrações, raiva, rancor, tristeza e tantas outras cargas nocivas que podem adoecer qualquer um, principalmente quem as recebe durante longos períodos.⁣

💔 Quando crianças, não temos outra opção senão receber essa carga que nos é entregue. À medida que nos tornamos adultos, aprendemos que podemos ESCOLHER receber ou recusar essas cargas negativas que nos são oferecidas. O problema é que às vezes passamos tanto tempo recebendo esses conteúdos que eles são internalizados em nós e chegamos até mesmo a reproduzi-los. É como aquelas pessoas que trabalham em lugares onde o ar é contaminado e mesmo após abandonarem o serviço insalubre carregam, dentro em seus pulmões, os resquícios daquele ambiente nocivo, às vezes ficando com sequelas que as atrapalham a ter uma vida saudável.


O processo de superação de traumas emocionais consiste muitas vezes, em compreender com todo o nosso ser (intelecto, emoções, sentidos) que não precisamos mais carregar essas cargas que foram depositadas em nós às vezes vindo de pessoas estranhas, às vezes de pessoas com as quais convivemos, amigos e, infelizmente, às vezes vindo de pessoas muito próximas: pais, irmãos, tios e figuras de autoridade que deveriam cuidar, e não machucar. Não precisamos mais carregar esse conteúdo tóxico e limitante.


Que o início de cada dia marque um novo ciclo nas nossas vidas e que possamos nos livrar de todo conteúdo emocional que nos adoece, que já não cabe mais em nós. É como nos livrar daquela roupa ou daquele calçado que, por mais lindo que seja, já não cabe mais em nós. Não adianta forçar, calçar e ficar machucando. É preciso desapegar para poder seguir adiante, renovar, construir novas formas de agir, novos hábitos, novas compreensões e perspectivas.


Que a cada dia que se inicia possamos nos conectar com Deus, com nossos Valores, com nossos objetivos, conscientes de qual é a nossa VERDADEIRA NATUREZA e que nenhum outro ser possa nos fazer nos perdermos no nosso Caminho.


Que possamos viver de acordo com a nossa verdadeira natureza e aprender algo tão simples que está sendo ensinado todos os dias nessa pandemia, por um organismo microscópico, o Coronavírus: ele nos ensina algo importante sobre ADAPTAÇÃO. As novas variantes são aquelas que se ADAPTAM às mudanças e conseguem sobreviver melhor. Que possamos compreender que, mais do que ser RÍGIDOS e INFLEXÍVEIS, ser FORTE tem mais a vê com MUDAR, NOS ADAPTAR, SER FLEXÍVEL, pois um dos elementos responsáveis pelo sofrimento psicológico e, consequentemente, pelas psicopatologias, pelos transtornos psicológicos é a RIGIDEZ, a INFLEXIBILIDADE, quando queremos viver sob REGRAS que já não se aplicam mais, não fazem mais sentido nenhum.


O oposto da RIGIDEZ e da INFLEXIBILIDADE é a ADAPTABILIDADE HUMANA, a FLEXIBILIDADE. Não são as pessoas mais “fortes”, aquelas que conseguem suportar mais o sofrimento que tem mais capacidade de vencer e superar os desafios da vida e se tornarem pessoas saudáveis e com sucesso nas várias áreas da vida. Quem consegue essa proeza são as pessoas que tem mais FLEXIBILIDADE, pessoas mais ADAPTATIVAS.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo