Buscar
  • José Amorim de Oliveira Júnior

CURADORES FERIDOS


Hoje é dia 14 de maio de 2020, agora são 9h45. Estou aqui na janela do meu apartamento, no Setor Oeste, em Goiânia, emocionado com essa homenagem que uma banda, acredito que deve ser do exército, pelo fardamento, está fazendo para a equipe de médicos e enfermeiros e profissionais da saúde do Hospital Alberto Rassi (HGG), que fica aqui de frente de casa. 🌺 Esses profissionais da saúde, assim como os seus colegas, em todo o mundo, estão dedicando o que tem de mais valioso, nesse momento: suas VIDAS. Estão trabalhando incessantemente, mesmo nas condições mais adversas, para ajudar as pessoas que precisam, a recuperarem o bem mais valioso que nós temos, a nossa SAÚDE. 🌻 Tudo isso me lembrou de uma lenda da mitologia grega: a história de QUÍRON, um centauro (criatura com corpo de cavalo e tórax e cabeça de homem). Enquanto os seus irmãos eram beberrões, indisciplinados e violentos, Quíron era civilizado e bondoso, além de célebre por suas habilidades com a medicina. Ele foi acidentalmente ferido com uma flecha. Por ser imortal, não faleceu, mas essa ferida era incurável e se tornou um sofrimento crônico.



🌺 Tal situação de desconforto fez com que Quíron, a partir da sua própria dor pessoal, pudesse entender a dimensão do sofrimento daqueles que curava. Isso o transformou em um exímio curador, sendo chamado de “Curador Ferido”. 🌻 Que cada um de nós possamos ser “curadores”, também, ainda que feridos. Toda essa situação que estamos vivendo nos ensina sobre a fragilidade da vida, expõe nossos medos, incertezas, saber que nem tudo está no nosso controle. 🌺 Meus profundos agradecimentos e reverência aos médicos, enfermeiros e todos os profissionais da saúde, a esses militares que estão fazendo essa homenagem e a todas as pessoas que tem cultivado o Amor, a busca pelo Entendimento, Conciliação, Esperança. 🌺 Que possamos, todos, em uma corrente do bem, agradecer a Deus, darmos o nosso melhor, “curar” as doenças e mazelas do mundo com o remédio mais poderoso: nossa capacidade de AMAR, de DOAR, de AJUDAR, uns aos outros, nossa SOLIDARIEDADE, o estarmos juntos, mostrar que nos importamos, uns com os outros.


Esse remédio, nós já temos.


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo