Buscar
  • José Amorim de Oliveira Júnior

Transformando seu maior “Defeito” em sua maior Qualidade⁣

🦋



Um garoto de 10 anos de idade decidiu praticar judô, apesar de ter perdido seu braço esquerdo em um acidente de carro. Disposto a enfrentar as suas limitações, começou as lições com um velho mestre.⁣

🌱O menino ia muito bem, mas, após três meses de treinamento, o mestre tinha-lhe ensinado somente um golpe. Ele, curioso, perguntou: “Mestre, não devo aprender mais golpes?”⁣

💎 O mestre respondeu-lhe, calmamente: “Este é o único movimento que você sabe, mas é o único movimento que você precisará saber”.⁣

🔥 Sem entender, mas acreditando em seu mestre, o menino continuou treinando. Meses mais tarde, seu professor inscreveu-o em seu primeiro torneio.⁣

🥇 Surpreendendo-se, o menino ganhou facilmente seus primeiros dois combates. O terceiro combate revelou ser mais desafiador, mas o menino usou o único golpe que sabia e ganhou a luta.⁣

⛰️ Espantado ainda com seu sucesso, o menino estava agora nas finais do torneio. Desta vez, seu oponente era bem maior, mais forte, e mais experiente.⁣

🌟 Preocupado com a possibilidade do garoto se machucar, cogitaram em cancelar a luta, mas o mestre disse: “De forma alguma, deixe-o continuar!”⁣

🥇O garoto, usando os ensinamentos do mestre e, quando teve oportunidade, usou seu golpe para prender o adversário, ganhou a luta e se tornou campeão.⁣

Mais tarde o menino criou coragem e perguntou: “Mestre, como eu consegui ganhar o torneio sabendo apenas um único golpe?”


O mestre respondeu-lhe: “Você ganhou por duas razões. Em primeiro lugar, você dominou um dos golpes mais difíceis do judô. E em segundo lugar, a única defesa conhecida para esse movimento é o seu oponente agarrar seu braço esquerdo”.


💡 A maior fraqueza do menino tinha-se transformado em sua maior força, pois ele não tinha o braço esquerdo...


🎁 E você, tem algo que chama de “fraqueza” ou de “defeito” e que percebe que pode transformar em força para te ajudar a alcançar seus objetivos? Todos nós temos pontos vulneráveis. Devemos aceitar e INTEGRAR essas partes, e não lutar contra ela. Isso nos torna forte. Uma pessoa tímida, por exemplo, pode se tornar um excelente ouvinte e escutar de uma forma profunda.

6 visualizações0 comentário